Última hora

Última hora

Como sair da crise financeira?

Em leitura:

Como sair da crise financeira?

Tamanho do texto Aa Aa

Os motins voltam à atualidade noutro país europeu, desta vez na Roménia, com os manifestantes fartos das medidas de austeridade do governo. Com uma taxa de desemprego média de 10 por cento na União Europeia, os líderes europeus estão sob pressão face aos eleitores descontentes e aos mercados financeiros dirigidos por agências de rating impiedosas.

As recentes degradações dos ratings, incluindo o da França, agravaram ainda mais a crise, já complicada pelas negociações hesitantes sobre o financiamento da dívida grega.

A União Europeia está a lutar para reforçar os recursos do resgate financeiro e adotar uma reforma para evitar a próxima crise. Os líderes europeus discordam sobre quão rigorosa deve ser a estabilidade nos países atormentados pelo défice.

Os dirigentes visam, também, uma reforma dos serviços financeiros, incluindo um imposto sobre as transações financeiras. Os críticos apontam que esta e outras reformas possam afastar os investidores da Europa, especialmente do centro financeiro de Londres. Mas, depois desta cidade ter sido tão afetada pela fúria popular que invadiu as ruas no ano passado, até o Governo conservador começa a considerar uma reforma dos bancos.

Para debater sobre a crise financeira, “The Network” convidou o eurodeputado alemão Markus Ferber, Louise Cooper, analista financeira da BGC Partners e Dominique Plihon, professor de economia em Paris e membro da Attac, a Associação para a Taxação das Transações Financeiras para a Ajuda aos Cidadãos.