Última hora

Última hora

Crise da eurozona domina Fórum de Davos

Em leitura:

Crise da eurozona domina Fórum de Davos

Tamanho do texto Aa Aa

Davos parece tranquila, mas não nos deixemos enganar: esta estância de inverno na Suíça, que todos os anos recebe o Fórum Económico Mundial, está a fervilhar de atividade. No topo das agendas dos líderes políticos e de negócios aqui presentes está a crise da eurozona.
 
A vice-presidente da Comissão Europeia, Viviane Reding, fala dos desafios pela frente: “Precisamos de medidas de austeridade e temos que cortar estes défices orçamentais que sobem em flecha, porque este não é só um problema desta geração, é também um problema para a próxima geração.
Temos de fazer isso e ao mesmo tempo mostrar às pessoas que há uma luz ao fundo do túnel, há esperança, há uma saída. A maior riqueza que os europeus têm é este grande mercado de 500 milhões de potenciais consumidores”.
  
Um dos arquitetos do que é hoje a União Europeia disse que a Europa é construída através das crises e vai ser o somatório das soluções adotadas para essas crises.
 
Tento em conta o panorama atual, nunca as palavras de Jean Monnet pareceram tão certas.