Última hora

Última hora

Missão de observadores eleitorais chega à Rússia

Em leitura:

Missão de observadores eleitorais chega à Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

A missão da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, OSCE, iniciou esta quinta-feira os trabalhos em Moscovo.

Os observadores vão acompanhar a fase final do processo de recenseamento eleitoral assim como as eleições presidenciais previstas para 4 de março.

Referindo-se ao plano russo de instalar câmaras web nas assembleias de voto a fim de tornar o processo eleitoral mais transparente, a chefe da missão da OSCE, Heidi Tagliavini, adiantou que o mais interessante é o que as câmaras não captam, isto é, a contagem dos boletins, o cumprimento dos protocolos e como os resultados são transmitidos para o nível seguinte.

Desde as eleições legislativas de 4 de dezembro que Putin se defronta com um nível crescente de contestação. A oposição sem assento parlamentar já prepara uma enorme manifestação para 4 de fevereiro.

“É uma oportunidade única para mostrar que somos muitos, estamos unidos e que podemos agir de maneira construtiva para obter uma resposta às nossas exigências”, Sergei Udaltsov, líder da Frente de Esquerda, partido na oposição.

A manifestação da oposição terá lugar ao mesmo tempo em que apoiantes de Putin marcharão em apoio ao presidente em Moscovo.

Segundo o nosso correspondente em Moscovo, Alexander Shashkov, os organizadores da marcha e do encontro de 4 de fevereiro esperam que essa manifestação atraia mais gente em comparação com o que aocnteceu há dois meses.