Última hora

Última hora

Schettino terá enganado a empresa

Em leitura:

Schettino terá enganado a empresa

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Companhia Costa Cruzeiros responsável pelo navio Costa Concórdia acusa o capitão da embarcação, Francesco Schettino,de ter enganado a empresa quando prestou as primeiras informações.

A acusação diz respeito aos dados preliminares enviados para a companhia no momento da catástrofe.

O navio naufragou na costa da Toscânia no dia 13, com 4.500 pessoas a bordo, estando o actual balanço em 16 mortos e 16 desaparecidos.

O representante da associação dos consumidores diz que espera a formalização das exigências dos passageiros que se encontravam no barco para defenir o processo e tratar do pagamento das indemnizações”

O capitão do Costa Concórdia foi acusado de homicídios múltiplos e abandono de posto antes do fim da evacuação dos passageiros e membros da tripulação.

Doze dias depois do acidente as buscas foram dadas como terminadas, já ninguém acredita na possibilidade encontrar sobreviventes, os esforços centram-se agora na tarefa de evitar uma catástrofe ambiental.

As entidades locais responsáveis afirmam que a situação está sob controlo.

“Teremos de fazer a mesma análise aos peixes para confiramr se há traços de poluição “.

Nestes foi detetada a presença de substâncias químicas até então inexistentes na região

As autoridades italianas pediram mais uma vez à Costa Cruzeiros, proprietária do navio, que apresente um programa detalhado da recuperação dos detritos do barco.