Última hora

Última hora

Derrocada no Rio de Janeiro mata cinco pessoas

Em leitura:

Derrocada no Rio de Janeiro mata cinco pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

Cinco mortos, seis feridos e um número de desaparecidos impreciso – serão 11 a 16 pessoas, cujo destino é por enqunato desconhecido.

É este o balanço da derrocada de três edifícios, no centro do Rio de Janeiro, ocorrido esta quinta-feira.

A prioridade agora é tentar encontrar sobreviventes, entre os escombros.

As horas vão passando e as autoridades continuam sem dar uma explicação, para o acidente.

O presidente do município, Eduardo Paes não quer alimentar especulações sobre as causas.

Mas descarta a possibilidade de uma fuga de gás estar na origem do drama:

“Nós não queremos especular sobre o accidente e as suas causas, mas descartamos a possibilidade de uma explosão do gás. O que aconteceu, provavelmente, foi uma falha da estrutura no edifício mais alto que conduziu ao colapso dos três edifícios”.

Um edifício de 20 andares caiu sobre outros dois, um de 10 e outro de quatro pisos, que não resistiram ao peso.

Os três prédios situavam-se nas imediações de um edifício histórico, o Teatro Municipal.

Este acidente vem colocar questões de segurança, numa cidade que se propõe acolher o Campeonato do Mundo de Futebol de 2014 e as olimpíadas de 2016.