Última hora

Última hora

Holocausto: Auschwitz escapa à memória dos jovens alemães

Em leitura:

Holocausto: Auschwitz escapa à memória dos jovens alemães

Tamanho do texto Aa Aa

Um em cada cinco jovens alemães desconhece o significado do campo de concentração nazi de Auschwitz. Pelo menos, é o que indica uma sondagem realizada entre alemães de 18 a 29 anos para a revista germânica Stern.

Outro estudo, encarregado pelo Parlamento alemão a um grupo de peritos independentes, indica que 20 por cento da população revela um “antissemitismo latente”.

Segundo o estudo, publicado no início da semana, as atitudes “antijudaicas” são mais pronunciadas em elementos ligados à extrema-direita e ao islamismo radical.

O professor de História Peter Longerich – um dos autores do relatório – diz que “o antissemitismo, na sociedade alemã, assenta em preconceitos generalizados, em estereótipos enraizados ou em simples ignorância sobre os Judeus e o Judaísmo”.

Estes estudos foram publicados por ocasião do Dia Internacional da Memória do Holocausto, assinalado a cada aniversário da libertação de Auschwitz pelas tropas soviéticas, a 22 de Janeiro de 1945.