Última hora

Em leitura:

Libertado patrão da PIP


França

Libertado patrão da PIP

O fundador da PIP, a empresa de implantes mamários, foi libertado esta quinta-feira, pelas autoridades judiciais de Marselha.

Jean-Claude Mas, de 72 anos, passou todo o dia em interrogatórios, a cargo dos investigadores da secção de homicídios involuntários. Foi libertado, depois de um juiz lhe ter estabelecido uma caução de 100 mil euros.

O seu advogado, Ives Haddad, diz que há problemas. Mas não há provas, contra os implantes da PIP:

“Há uns problemas com os implantes, não estou a dizer que não há. Mas sobre a sua genotoxicidade, não há nenhuma prova. Todo o perigo ou ligação ao cancro é constantemente referido, mas não há nenhuma indicação. Tanto melhor!”.

Jean-Claude Mas, segundo o seu advogado, prestou todos os esclarecimentos à polícia, não só sobre a sua empresa, mas também sobre os seus fornecedores de matéria-prima, para o fabrico dos implantes.

Os investigadores manifestaram-se surpreendidos com o número e o valor das obras de arte existentes, nas instalações da PIP, em Six-Fours-les-Plages.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Escândalo de corrupção no Vaticano