Última hora

Última hora

Mais de cinco milhões de desempregados em Espanha

Em leitura:

Mais de cinco milhões de desempregados em Espanha

Tamanho do texto Aa Aa

O número de desempregados em Espanha ultrapassou a barreira dos cinco milhões e bateu um novo recorde.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística, o país chegou ao final de 2011 com uma taxa de desemprego de 22,9 por cento, o valor mais elevado desde 1995.

“Estou desempregada há um ano e não tenho perspetivas de encontrar trabalho” afirma uma mulher.

“Estou à procura de emprego desde julho de 2010 e creio que vou ter de imigrar para os Estados Unidos porque aqui não hà trabalho. A minha família está desempregada e estamos a ficar sem dinheiro” refere um homem.

Em quatro anos, Espanha multiplicou por três a taxa de desemprego.

Desde setembro do ano passado, cerca de 300 mil pessoas perderam o posto de trabalho. Os espanhóis com menos de 25 anos são os mais afetados, cerca de 51 por cento dos jovens não têm trabalho.

O descontentamento é visível nas ruas um pouco por todo o país.

O programa de reformas estruturais e de austeridade anunciadas pelo governo para prometem dificultar, ainda, mais a criação de emprego.