Última hora

Última hora

Twitter sem pio

Em leitura:

Twitter sem pio

Tamanho do texto Aa Aa

A comunidade Twitter fez um apelo para que este sábado haja silêncio na famosa rede social.

Esta é a resposta dos utilizadores ao anúncio que os responsáveis do Twitter fizeram da possível censura de conteúdos de acordo com as leis vigentes em determinados países.

“Receio que seja uma perigosa escorregadela em direção à censura. Compreendo porque o Twitter está a fazer isto. Pretendem entrar em mais países e poder lidar com as leis locais. Mas, como aconteceu com o Google na China, quando se passa a ser o agente do censor, os problemas surgem”, advertiu um especialista.

Foi através do Twitter e de outras redes sociais que milhões de pessoas se mobilizaram, por exemplo na chamada “primavera árabe” que levou ao derrube de regimes totalitários.

Parece que as regras que o Twitter vai aplicar são de certa forma contra os direitos do homem e não deviam ser impostas em nenhuma rede social.

“Acho que isso se deve ao que se passa no Médio Oriente e às reformas e revoluções em todo o mundo. Não são só os Estados Unidos que têm receio das redes sociais mas também os congressos e parlamentos de todo o mundo”, disse um jovem egípcio.

Hoje o Twitter perdeu o pio.