Última hora

Última hora

Diretor-geral do Royal Bank of Scotland prescinde do bónus

Em leitura:

Diretor-geral do Royal Bank of Scotland prescinde do bónus

Tamanho do texto Aa Aa

O diretor-geral do Royal Bank of Scotland seguiu o exemplo do presidente executivo e renunciou ao bónus, em ações, no valor de 1,2 milhões de euros.

Stephen Hester não resistiu à pressão dos trabalhistas que contestavam o pagamento do prémio em tempos de austeridade e porque 83% dos bónus do Royal Bank of Scotland são pagos pelo Estado.

A oposição pediu mesmo ao primeiro-ministro britânico para impedir os pagamentos, mas David Cameron disse que competia a cada pessoa aceitar ou não o bónus. Lembrou, ainda, que a rescisão de contratos sairia mais cara que contratar uma nova administração.