Última hora

Última hora

Mau tempo obriga à suspensão dos trabalhos no Costa Concórdia

Em leitura:

Mau tempo obriga à suspensão dos trabalhos no Costa Concórdia

Tamanho do texto Aa Aa

A carcaça do Costa Concordia deverá ficar pelo menos até ao final do ano ao largo da ilha italiana de Giglio antes de ser removida. Os trabalhos no Costa Concordía passam ainda por encontrar os corpos das 15 pessoas dadas como desaparecidas. E antes de se pensar na remoção no navio, é preciso lidar com o combustível no interior.

Há até quem pense que onde o barco está é bom para o negócio. “Não há problema. Pelo contrário, recebemos turistas macabros que nos visitam para ver o navio. Eles vêm-no e tiram fotografias. Veja o número de pessoas que chegaram hoje”, refere um comerciante.

“Bom ou mau? Veremos. O importante é que retirem o combustível e todos os poluentes.O que é que podemos fazer?”, diz resignada uma habitante da ilha de Giglio.

Os trabalhos no Costa Concordia foram interrompidos este domingo devido ao agravamento do estado do tempo e do mar. O diretor da Proteção Civil Italiana explica que ainda não desistiram de encontrar mais vítimas. “Já podíamos ter cancelado as buscas há alguns dias mas não o fizemos porque pensamos ter uma obrigação moral. Devolver um corpo a alguém que o reclama é uma das principais regras da humanidade”, disse Franco Gabrielli.

As operações de busca e de recolha do combustível não deverão ser retomadas até quarta-feira já que se espera um agravamento do estado do tempo.