Última hora

Última hora

Síria: Damasco não escapa aos combates

Em leitura:

Síria: Damasco não escapa aos combates

Tamanho do texto Aa Aa

Os combates chegaram à capital da Síria.

Nos últimos dias, a escalada da violência é uma constante e os subúrbios de Damasco são agora palco de conflitos entre as forças do regime e os dissidentes.

De acordo com Observatório Sírio dos Direitos Humanos, 66 pessoas morreram nos combates de domingo.

A Liga Árabe suspendeu, devido à escalada da violência, os trabalhos dos observadores na Síria, que tinham como missão avaliar o modo como o regime de Bashar al-Assad tem reprimido a revolta.

O secretário-geral Nabil al Arabi está em Nova Iorque, onde vai propor ao Conselho de Segurança da ONU o afastamento do presidente sírio.

Esta é uma resolução apoiada pela França. O ministro dos negócios estrangeiros, Alain Juppé, vai, terça-feira, fazer com que essa resolução seja aprovada.

Moscovo anunciou que Bashar al-Assad está disposto a iniciar negociações na Rússia mas o Conselho Nacional Sírio, líder da oposição, fez saber que não negoceia com al-Assad.