Última hora

Última hora

Rússia: um sistema eleitoral feito à medida de Putin

Em leitura:

Rússia: um sistema eleitoral feito à medida de Putin

Tamanho do texto Aa Aa

O sistema de registo de candidaturas para as eleições russas discrimina os partidos sem assento parlamentar.

A denúncia foi feita pela organização não governamental russa Golos, depois da comissão eleitoral ter rejeitado, na sexta-feira, a inscrição do candidato do partido Iabloko e opositor a Vladimir Putin, Grigori Iavlinski.

“É claro que os dois milhões de assinaturas exigidos aos candidatos de partidos extra-parlamentares são exagerados e irrealistas. Trata-se de um sistema em que quem tem amigos na Comissão Eleitoral, tem tudo”, afirma o responsável da ONG Golos.

A crítica surge num momento em que a recandidatura de Vladimir Putin às presidenciais de Março suscita uma vaga de protestos inéditos.

Como nas eleições precedentes, o partido rússia unida é acusado de utilizar a lei eleitoral para impedir as candidaturas dos partidos da oposição democrática.