Última hora

Em Espanha, o desemprego subiu 4% em janeiro. Segundo os dados do governo, há 4,6 milhões de pessoas sem trabalho. É o valor mais alto desde o início da publicação das estatísticas mensais em 1996.

Os dados confortam a decisão do governo de avançar com a reforma do mercado do trabalho. Madrid quer flexibilizar as leis laborais e o anúncio está marcado para 10 de fevereiro.