Última hora

Última hora

Merkel tranquiliza a China sobre crise da dívida

Em leitura:

Merkel tranquiliza a China sobre crise da dívida

Tamanho do texto Aa Aa

Angela Merkel está na China e fixou-se missões claras: tranquilizar Pequim sobre a crise da dívida e procurar ajuda para o dossiê iraniano.

A visita de três dias começou com o encontro com primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao. A chanceler alemã garantiu-lhe que a União Europeia está a progredir na resolução da crise da dívida e merece a confiança.

Depois de ter conseguido impor o seu desejado pacto orçamental em Bruxelas, Angela Merkel garante que a Europa está agora no bom caminho e acrescenta: “Como temos uma moeda única, todos os Estados membros devem fazer corretamente os trabalhos de casa e assumir as suas responsabilidades para garantirem que são de confiança. Por outro lado, todos os membros devem ajudar-se mutuamente, porque uma moeda única significa que temos de fazer esforços conjuntos para a salvaguardar”.

A China, que detém as maiores reservas cambiais do mundo, tem pedido à Europa uma resposta urgente à crise. As decisões tomadas estes dias em Bruxelas levam Pequim a ponderar uma participação nos mecanismos de resgate.

Pequim tem interesse numa Europa forte, tendo em conta que é o principal mercado para as suas exportações.