Última hora

Última hora

Sapatos atirados a Ban Ki-Moon em Gaza

Em leitura:

Sapatos atirados a Ban Ki-Moon em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

Paus, pedras e sapatos à entrada de Ban Ki-Moon na Faixa de Gaza. O secretário-geral da ONU teve um acolhimento tudo menos caloroso esta quinta-feira ao chegar ao território controlado pelo Hamas depois de uma visita a Israel.

Os manifestantes acusavam Ban Ki-Moon de estar do lado de Telavive e criticavam a recusa em receber familiares dos presos palestinianos.

Ban Ki-Moon cumpre uma digressão pelo Médio Oriente na esperança de relançar o diálogo israelo-palestiniano e disse que “ainda existem preocupações devido à falta de confiança”. O secretário-geral da ONU disse esperar, no entanto, que “o diálogo continue de forma sustentável” e sublinhou “a importância de que o governo israelita crie uma atmosfera politicamente favorável”.

Ban Ki-Moon foi ontem recebido em Jerusalém pelo primeiro-ministro israelita. O secretário-geral da ONU pediu a Benjamin Netanyahu para fazer “gestos de boa vontade” em direção aos palestinianos e aliviar o bloqueio à Faixa de Gaza.