Última hora

Última hora

Violência no Egito não poupa os estádios

Em leitura:

Violência no Egito não poupa os estádios

Tamanho do texto Aa Aa

Um sangrento fim de jogo entre adeptos de futebol causou pelo menos 74 mortos em Port Said, no Egipo.

O estádio do Al-Masry transformou-se num campo de batalha no final do encontro frente ao Al-Ahly, clube treinado pelo português Manuel José.

A falta de elementos suficientes das forças de segurança terá contribuído para o agravamento da situação.

Alguns adeptos conseguiram entrar no estádio com facas dada a ausência de controlo à entrada.

A imprensa egípcia refere igualmente que os

adeptos puderam entrar no campo sem praticamente qualquer oposição.

Este homem perdeu o irmão mais novo diz que é uma grande tragédia para o país e uma grande responsabilidade para as forças de segurança, porque não conseguiram prever os acontecimentos, “eles limitaram-se a olhar sem mexer um músculo”.

Hoje várias dezenas de famílias egípcias estão de luto.