Última hora

Última hora

Malev cessa atividade

Em leitura:

Malev cessa atividade

Tamanho do texto Aa Aa

É o fim da Malev. Esta madrugada, ao fim de 66 anos, a companhia aérea húngara foi obrigada a cessar as atividades. A frota de 22 aviões fica colada a terra, apanhando de surpresa mais de uma centena de passageiros, que se encontrava esta manhã no aeroporto de Budapeste.

A empresa, sob proteção judicial desde o início da semana devido a graves problemas financeiros, viu dois aparelhos ficarem retidos em Israel e na Irlanda por falta de pagamento.

Em 2010, a Malev perdeu quase 25 mil milhões de euros e desta vez o governo de Viktor Orban não pode injetar mais dinheiro. Esta semana, Bruxelas condenou a Malev a reembolsar todas as ajudas recebidas do governo húngaro entre 2007 e 2010.