Última hora

Última hora

Apoiantes de Putin organizam contra-manifestação

Em leitura:

Apoiantes de Putin organizam contra-manifestação

Tamanho do texto Aa Aa

Como sempre, há um outro lado da moeda. Em Moscovo, a escassos quilómetros do local onde ecoavam palavras de ordem contra Putin, uma massa humana reuniu-se para apoiar o líder russo.

A oposição levantou prontamente a suspeita de que muitas das pessoas que acorreram aqui são funcionários do setor público, obrigados a participar. Uma manifestante contrariou essa acusação, afirmando que pretende “manter o livre arbítrio, controlar a própria vida, e não permitir que o Ocidente dite aquilo que pode ou não fazer. O povo russo quer ser livre para tomar as suas próprias decisões.”

Um outro participante declarou que Putin é “a única pessoa em quem é possível votar e confiar, porque é honesto, justo e consciente”, explicando que ninguém o forçou a vir, veio “voluntariamente, no dia de folga”, para expressar o seu apelo e o da sua família ao voto em Putin.

Depois de toda a contestação que se seguiu às eleições parlamentares de dezembro, quando as acusações de fraude a favor de Putin mancharam o escrutínio, emerge agora a contra-argumentação popular.

Valerie Zabriskie, repórter da euronews, conta-nos que estes “apoiantes enfrentaram temperaturas negativas, para mostrar o apoio a um homem que dizem ter trazido prosperidade e estabilidade à Rússia, durante os últimos 12 anos. Por isso, querem voltar a vê-lo como presidente.”