Última hora

Última hora

Rússia considera "escandalosa" uma resolução contra o governo sírio

Em leitura:

Rússia considera "escandalosa" uma resolução contra o governo sírio

Tamanho do texto Aa Aa

O balanço sangrento desta noite na Síria não demoveu a intenção da Rússia de vetar o projeto de resolução da ONU contra o regime de Bashar Al-Assad.

No dia em que o Conselho de Segurança das Nações Unidas se reúne para tentar travar a repressão do povo sírio, posição consensual para todos menos para Moscovo, o responsável diplomático russo reforçou a sua resistência.

Serguei Lavrov declarou não ser aceitável “uma disposição absolutamente irrealista, que prevê uma retirada do governo sírio das cidades, numa altura em que há grupos armados a ocupá-las.”

Segundo Lavrov, o problema reside na instabilidade criada por esses grupos, salientando que seria “escandaloso” aprovar uma resolução que exija o afastamento de al-Assad.