Última hora

Última hora

Vaga de frio vitima dezenas de sem-abrigo na Ucrânia

Em leitura:

Vaga de frio vitima dezenas de sem-abrigo na Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

O frio continua a não dar tréguas às populações do centro e leste da Europa.

A Ucrânia é o país mais afetado pela vaga de frio que fez com que as temperaturas caíssem para o valor mais baixo dos últimos seis anos, atingindo os 33 graus negativos em algumas regiões.

O saldo de vítimas da intempérie eleva-se a mais de 120 mortes.

Sessenta mil pessoas foram transferidas para abrigos temporários ou tendas com aquecimento, a maioria são pessoas sem abrigo, como Oleksandr:

“Eu vivo num centro de acolhimento noturno mas sou obrigado a sair às oito da manhã e fico sem um local para onde ir. Foi uma boa ideia terem montado este tipo de tendas”.

Na Sérvia, a queda de neve paralisou grande parte do país.

O manto branco de mais de um metro de altura afetou as principais ligações ferroviárias e rodoviárias, bloqueando mesmo as comitivas dos presidentes croata e sérvio durante uma cimeira nos arredores de Sarajevo.

No aeroporto da cidade, fortemente afetado pela neve, um passageiro turco afirma que está há dois dias à espera de um voo para Istambul, “sem qualquer informação e sem saber o que fazer”.

Em Itália, a neve cobria hoje as principais cidades, como Roma, fazendo mesmo congelar parte da lagoa de Veneza e aumentando as inquietações sobre o aprovisionamento de gás proveniente da Rússia.


View The big freeze in a larger map