Última hora

Última hora

Vaga de frio atravessa o Mediterrâneo e rebatiza o mar negro

Em leitura:

Vaga de frio atravessa o Mediterrâneo e rebatiza o mar negro

Tamanho do texto Aa Aa

A vaga de frio que se regista no centro e leste da Europa também atinge países do outro lado do Mediterrâneo, como Marrocos e Argélia.

A queda de neve afeta, desde o início do fim de semana, quase metade das 48 regiões argelinas.

Pelo menos 16 pessoas morreram no país, na sua maioria em acidentes rodoviários devido à acumulação de neve e gelo sobre as estradas.

“Aqui somos todos voluntários, para ajudar as pessoas a superar a situação, é um dever cívico e humano”.

Mais a norte, os britânicos também tentam superar as dificuldades criadas pela queda de 15 cm de neve e temperaturas que desceram até aos 10 graus negativos.

Uma situação que afeta as principais ligações ferroviárias assim como 30% do tráfego no aeroporto de Heathrow.

Em Itália, enquanto Roma protesta contra a má gestão camarária do nevão dos últimos dias, o nordeste do país prepara-se para enfrentar 20 a 40 cm de neve nos próximos dias.

“Algumas povoações estão totalmente inacessíveis e houve estragos importantes em casas, armazéns, quintas, afirma um habitante.

Mas se a Ucrânia continua a ser o local onde o frio provocou até agora mais vítimas – pelo menos 130 mortos – na Roménia, há tempo para contemplar um espetáculo inédito: o mar negro que durante os últimos dias não faz jus ao nome, coberto de um extenso manto branco.


View The big freeze in a larger map