Última hora

Última hora

Liga árabe mantém plano para a Síria

Em leitura:

Liga árabe mantém plano para a Síria

Tamanho do texto Aa Aa

O regime de Damasco não baixa as armas contra os dissidentes e este fim de semana 200 pessoas foram mortas pelos bombardeamentos do exército.

Depois do veto da Rússia e China no Conselho de Segurança da ONU à resoluçao da Liga árabe, a Europa vai endurecer as sanções impostas à Síria.

O ministros dos Negocios Estrangeiros francês declarou que “este veto paralisa o Conselho de Segurança quando os 13 restantes países votaram a favor da resolução”.

Alain Juppé considerou que o veto de Moscovo e de Pequim lança sobre o Conselho de Segurança da ONU ‘uma mancha moral’.

O plano da Liga Árabe estipula que o presidente sírio, Bashar al-Assad, transfira os poderes ao vice-presidente e determina a formação de um governo de união nacional.

O governo britânico, através do chefe da diplomacia, sublinhou que “era muito difícil fazer passar uma resolução para que autorize uma acção militar, vai ser por isso difícil de intervir.

A Liga Árabe, afirmou neste domingo que vai manter os esforços para conseguir o fim da violência na Síria.