Última hora

Última hora

Presidente das Maldivas demite-se após três semanas de protestos

Em leitura:

Presidente das Maldivas demite-se após três semanas de protestos

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente das Maldivas abandonou o cargo, depois de polícias rebeldes terem assumido o controlo da televisão estatal. Mohamed Nasheed apresentou a demissão numa alocução em direto a partir da sede da presidência.

A situação era bastante confusa nas horas que antecederam o anúncio, já que um porta-voz do chefe de Estado tinha afirmado que Nasheed não tinha “qualquer intenção de demitir-se”, depois dos primeiros relatos de que teria sido afastado de funções.

O arquipélago turístico do Oceano Índico era palco há três semanas de manifestações que reclamavam a demissão do presidente.

De Male, chegavam esta manhã imagens de multidões que tomaram as ruas da capital, ao mesmo tempo que a oposição e mesmo alguns diplomatas afirmavam já que Nasheed tinha abandonado o cargo.

Várias vezes detido quando fazia parte da oposição, Nasheed chegou ao poder em 2008 para um mandato de cinco anos. É o primeiro presidente eleito democraticamente no arquipélago composto por 1200 ilhas.