Última hora

Última hora

Maldivas: ex-presidente diz que lhe apontaram uma arma para abandonar o poder

Em leitura:

Maldivas: ex-presidente diz que lhe apontaram uma arma para abandonar o poder

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo presidente das Maldivas diz ter sido vítima de um golpe de Estado. Mohamed Nasheed demitiu-se ontem na sequência de um motim da polícia e de semanas de manifestações de opositores na capital.

Nasheed disse hoje ter sido “forçado a demitir-se com uma arma apontada” da parte de polícias e oficiais do Exército.

No poder desde 2008, o chefe de Estado demissionário era o primeiro presidente democraticamente eleito do arquipélago turístico do Oceano Índico, composto por 1200 ilhas.

Nasheed disse ainda suspeitar do envolvimento do vice-presidente Mohamed Waheed no golpe de Estado.

Waheed assumiu a presidência na sequência do afastamento de Nasheed e disse hoje querer formar um governo de “unidade nacional”.

O novo presidente desmentiu as acusações segundo as quais o predecessor teria sido vítima de uma conspiração orquestrada pela oposição e pelas forças de segurança.