Última hora

Última hora

Gregos sentem estar à deriva

Em leitura:

Gregos sentem estar à deriva

Tamanho do texto Aa Aa

A imprensa grega dá, hoje, destaque ao impasse em que está mergulhado o país.

Esta sexta-feira, os trabalhadores e sindicatos dão início a uma nova greve-geral de 48 horas.

A população considera que a Grécia está à deriva e aqui ninguém espera por dias melhores:

“Os políticos não sabem para onde vamos.

Essa é a única certeza e a ação deles está dependente dos políticos de outros países” afirma um homem.

Outro refere: “temos vindo assistir a uma peça de teatro absurdo, ou seja, fazem o que querem sem consultar a população ou quem quer que seja.”

“Este compasso de espera é a parte mais difícil porque criar stresse e ansiedade. Resta, agora, saber até onde vai a paciência das pessoas e se serão, capazes de seguir em frente” refere um grego.

Em termos financeiros e para seguir em frente, a Grécia precisa de 130 mil milhões de euros.

Um montante que não será desbloqueado sem que de Atenas saia fumo branco.