Última hora

Última hora

Frio veio para ficar

Em leitura:

Frio veio para ficar

Tamanho do texto Aa Aa

O frio continua a devastar a Europa. O número de mortos aumenta e em vários locais, sobretudo no leste do continente, a vaga de frio polar está a assumir dimensões de tragédia, com os cortes de energia a deixarem várias famílias sem aquecimento.

Na Roménia, a polícia e os militares estão a limpar o acesso a várias aldeias que ficaram isoladas, no sul do país. O balanço de vítimas mortais é já de 65.

Em Itália, a neve está a colocar sérios problemas em vários pontos. Nas regiões da Úmbria e de Marche, várias aldeias estão isoladas. Em Rímini a neve atingiu os 40 centímetros. 250 pessoas foram deslocadas pelos socorros.

Os aeroportos começam a voltar à normalidade. Ontem, metade dos voos no aeroporto de Fiumicino, em Roma, foram anulados.

A neve atinge cada vez mais regiões pouco habituadas a esta paisagem.

É o caso da ilha da Córsega, em França, que está coberta por um manto branco. As dificuldades de circulação, com uma infraestrutura pouco preparada para este tempo, deixou várias aldeias isoladas.