Última hora

Conjuntura: OCDE vê sinais de retoma económica global

Em leitura:

Conjuntura: OCDE vê sinais de retoma económica global

Tamanho do texto Aa Aa

A atividade económica nos países que compõem a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) regista uma viragem pela positiva, com a zona euro a apresentar sinais de que a deterioração da atividade se está a moderar.
De acordo com os indicadores compósitos divulgados hoje — que apontam a tendência de crescimento ou queda a acontecer num período médio de cerca de seis meses (entre 4 a 8 meses) —, os dados relativos ao mês de dezembro apontam para uma mudança positiva da tendência de crescimento da OCDE como um todo.
Esta retoma é impulsionada sobretudo pelos indicadores relativos à atividade económica nos Estados Unidos e no Japão, mas a organização refere que existem sinais de retoma em várias outras economias avançadas. Os indicadores relativos à Rússia e à India demonstram um crescimento potencial da atividade económica.
No que diz respeito à zona euro, apesar da tendência de queda se manter, a OCDE diz que deteta já “sinais preliminares de que a recente deterioração nos CLI (indicadores compósitos avançados) se está a moderar”, e mesmo que em sete dos 15 países que partilham a moeda única, os indicadores apontam já para uma retoma.
Em sentido contrário está a China, cujos indicadores apontam, agora de forma mais pronunciada, para um abrandamento do crescimento económico.