Última hora

Última hora

Moody's faz recuar bolsas europeias

Em leitura:

Moody's faz recuar bolsas europeias

Tamanho do texto Aa Aa

Os mercados financeiros da Europa reagiram em baixa ao anúncio dos cortes no rating das dívidas de alguns países e da perspetiva negativa de outros, por parte da agência Moody’s.

As principais praças europeias abriram a perder ligeiramente.

A Moody’s baixou de um nível o “rating” de Portugal, Itália, Eslováquia, Eslovénia e Malta e penalizou em dois níveis a notação da Espanha, para além de ter colocado em perspetiva negativa o triplo A da França, do Reino Unido e da Áustria.

A Moody’s invoca as “fracas perspetivas macroeconómicas” da Europa e a incerteza face às reformas institucionais na Zona Euro, admitindo que o compromisso das autoridades europeias em manter a união monetária limita, apesar de tudo, as desclassificações.

A agência manteve a nota máxima do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira e da Alemanha, Dinamarca, Finlândia, Luxemburgo, Holanda e Suécia.

Paris, Londres e Viena tentam desvalorizar o aviso, afirmando que a Moody’s não tem em conta os esforços orçamentais que estão a ser feitos para equilibrar as contas públicas.