Última hora

Última hora

Alemanha: Polícia expulsa últimos resistentes ao "Estugarda 21"

Em leitura:

Alemanha: Polícia expulsa últimos resistentes ao "Estugarda 21"

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia da cidade alemã de Estugarda desalojou cerca de mil pessoas do Parque do Jardim do Palácio que tentam impedir o avanço do projeto Estugarda 21.

O projeto que visa remodelar e modernizar a gare da cidade e o nó ferroviário tem sido alvo de contestação. Há vários meses que os opositores tentam impedir o corte das árvores para que as obras possam ter início.

Este residente diz que “já estão aqui há muito tempo e que vão acompanhar as árvores até ao último minuto”.

As obras deveriam ter começado em 2010, para estarem concluídas em 2020, mas a controvérsia atrasou o início dos trabalhos. Os opositores invocam a falta de rentabilidade e os custos faraónicos, acusando os promotores de nâo terem em conta o impacto ambiental.

A polícia não teve a tarefa facilitada. No princípio houve mesmo algumas cenas de violência:

“Bom há muita emoção, como já reparou. De vez em quando isto fica muito barulhento. No princípio da nossa intervenção houve alguma violência e tivémos que utilizar matracas. Para além disso, tem sido calmo”.

O Estugarda 21, contempla uma nova gare, 21 quilómetros de novas linhas férreas, 30 quilómetros de linhas de alta velocidade, 16 túneis e 18 pontes.

Está orçado em 4,1 mil milhões de euros, mas desde que foi lançado as estimativas não páram de crescer. Peritos alemães garantem que vai ultrapassar os 5 mil milhões. O financiamento será assegurado pelos orçamentos federais e locais.