Última hora

Última hora

Washingon apela a novas sanções contra o Irão

Em leitura:

Washingon apela a novas sanções contra o Irão

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos apelaram a uma nova vaga de sanções internacionais sobre a economia iraniana, no dia em que Teerão anunciou ter dado mais um passo no seu contestado programa nuclear.

O presidente Mahmoud Ahmadinejad inaugurou, esta quarta-feira, uma primeira barra de combustível nuclear enriquecido a 20%, no reator de pesquisa da capital iraniana.

Teerão inaugurou igualmente três mil novas centrifugadoras, na central de Natanz, que deverão acelerar a produção de urânio, oficialmente, destinado a fins civis.

Gestos que levaram a diplomacia de Washington a apelar esta noite à União Europeia, para que adote novas sanções conjuntas contra o Irão, nomeadamente a expulsão do país do sistema bancário internacional.

A Rússia tentou afastar as inquietações sobre o programa nuclear iraniano, sublinhando que o importante é que o país continue a cooperar com os inspetores internacionais.

O anúncio de Teerão ocorre na véspera de uma nova reunião com os inspetores da agência internacional de energia atómica, marcada para o dia 20.

Em paralelo, Ahmadinejad enviou uma carta à responsável da diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton, onde afirma estar disponível para reatar as negociações internacionais sobre o programa nuclear.