Última hora

Última hora

Cameron defende manutenção do Reino Unido

Em leitura:

Cameron defende manutenção do Reino Unido

Tamanho do texto Aa Aa

Edimburgo pode voltar a ser o centro do poder na Escócia.

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron reuniu-se esta quinta-feira com o homólogo escocês, Alex Salmond, para debater a questão do referendo sobre a independência da Escócia.

Cameron sugeriu passar mais poderes para Edimburgo mas mostrou-se um fervoroso defensor da manutenção do Reino Unido.

“Claro que a Escócia poderia governar-se, tal como Inglaterra. A minha questão é: nós fazemos isso muito melhor estando juntos. Posso e irei enumerar várias razões práticas para a existência do nosso Reino Unido. Mas esta é uma questão emocional pois é tanto uma questão de coração como da cabeça,” refere Cameron.

O referendo encontra consenso em Cameron e Salmond, no entanto, os dois dirigentes diferem em questões como o calendário e as modalidades.

Londres quer que o referendo seja o mais breve possível e tenha apenas uma questão de “sim” ou “não”. Edimburgo prefere que o escrutínio seja em 2014 e quer uma segunda questão, relativa à concessão de uma maior autonomia.

Alex Salmond afirma que “este é um referendo que deve ser construído na Escócia, pelo povo da Escócia. O primeiro-ministro tem de entender que a política da Escócia refere-se a uma visão positiva para o futuro. Refere-se a pessoas não ao prestígio. “

A batalha de Bannockburn, em 1314, foi decisiva nas guerras para a independência da Escócia, que assegurou o trono a Robert Bruce, o Rei dos Escoceses.

A Escócia está ligada à coroa inglesa desde 1707.