Última hora

Última hora

Embaixador sírio critica resolução aprovada nas Nações Unidas

Em leitura:

Embaixador sírio critica resolução aprovada nas Nações Unidas

Tamanho do texto Aa Aa

A Assembleia Geral da Nações Unidas aprovou a resolução que condena a violência na Síria, chumbada no início de fevereiro no Conselho de Segurança.

O texto, que apoia o plano da Liga Árabe para uma transferência de poder do regime de Bashar Al Assad, recolheu 137 votos favoráveis. Doze países votaram contra o documento, entre eles a Rússia e a China. Outros 17 abstiveram-se.

O embaixador sírio disse que a resolução só vai adensar a crise e levar mais violência a toda a região. Ao mesmo tempo manifestou incertezas.

“Sr. Presidente, estamos muito preocupados com as reais intenções dos países que patrocinaram este projeto. Principalmente, aqueles que estão a liderar uma agressão política e dos meios de comunicação social contra a Síria”, disse Bashar Ja’afari.

O voto, que tem um caráter consultivo, deverá aumentar a pressão sobre Moscovo e Pequim, que rejeitam qualquer sanção sobre o regime sírio.

O ministro chinês dos negócios estrangeiros viaja esta sexta-feira à Síria depois do homólogo russo ter tentado obter novas concessões de Bashar Al Assad.