Última hora

Última hora

Irão: "otimismo prudente" de Washington e Bruxelas

Em leitura:

Irão: "otimismo prudente" de Washington e Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos e a União Europeia mostram-se dispostos a retomar as discussões com o Irão sobre o programa nuclear do país.

De visita a Washington, a responsável diplomática da União Europeia obteve um apoio, “otimista mas prudente”, da secretária de estado norte-americana, ao reinício das conversações proposto por Teerão no início da semana.

“Nós estivemos a rever as propostas iranianas para reiniciar as discussões sobre as atividades nucleares, e em consultas com os outros parceiros do grupo 5+1. Esta resposta do governo iraniano correponde às nossas expectativas e se pudermos avançar, representará um esforço substancial que poderá produzir resultados”.

Uma oferta por parte de Teerão que coincide com o anúncio, há alguns dias, de que o país deu mais um passo no seu programa nuclear.

Ahmadinejad tinha inaugurado uma primeira barra de combustível enriquecido a 20%, tendo colocado em funcionamento mais 3.000 centrífugadoras.

O díalogo internacional encontrava-se bloqueado desde a última reunião do grupo dos cinco membros permanentes da ONU mais a Alemanha, em Janeiro de 2011.

Washington não descarta a possibilidade de aplicar novas sanções contra Teerão, depois de ter apelado à expulsão do país do sistema bancário internacional.