Última hora

Em leitura:

Sarkozy abre campanha com "fortes" críticas ao rival socialista


França

Sarkozy abre campanha com "fortes" críticas ao rival socialista

Um primeiro banho de multidão para o candidato Nicolas Sarkozy.

O presidente francês realizou esta quinta-feira o seu primeiro comício de campanha em Annecy, no sudoeste de França.

Sob o lema, “uma França Forte”, Sarkozy não poupou críticas ao seu rival socialista que acusou de querer enfraquecer o país.

O presidente-candidato voltou a sublinhar os seus principais argumentos de campanha – a convocação de dois referendos sobre a imigração e o desemprego.

“Eu sei que cometi erros mas sempre tentei ser justo e sincero”, afirmou.

Sobre o seu rival, François Hollande, favorito nas sondagens, Sarkozy acusou-o de mentir sobre o seu programa eleitoral.

“Quando diz à imprensa inglesa que é um liberal e quando vem explicar aos franceses que é um inimigo da finança, aí está a mentir, mente de manhã à noite”.

Acusações consideradas pelo seu principal rival, François Hollande, como uma manobra de “falsificação, caricatura e manipulação”.

Entrevistado esta noite, o candidato socialista rejeitou os referendos propostos por Sarkozy, sublinhando uma vez mais que pretende renegociar o tratado europeu de união fiscal que deverá ser assinado em Bruxelas no início de Março.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Frio na Europa oriental já matou mais de 650 pessoas