Última hora

Última hora

Milhares de espanhóis contra a reforma laboral

Em leitura:

Milhares de espanhóis contra a reforma laboral

Tamanho do texto Aa Aa

Domingo de contestação em Espanha para protestar contra as políticas laborais do governo.

Dezenas de milhares de pessoas responderam à convocação dos sindicatos em 57 cidades do país, com forte presença em Madrid.

Desde a Praça de Neptuno em direcção à Porta do Sol, os dois principais sindicatos atravessaram a cidade com palavras de ordem contra a reforma do código do trabalho.

Este manifestante diz que os filhos terão de roubar os empregos ao pais, para depois os deixarem à geraçã seguinte, por metade do salário.

Estes protestos acontecem no mesmo dia do congresso do PP, o partido do Governo, que decorreu em Sevilha.

A reforma proposta pelo governo de Mariano Rajoy
consagra, entre outras medidas, a possibilidade de despedimento sem indemnização, a medida mais contestada. Embora exprimindo respeito pelos protestos, Rajoy assegurou que a reforma é “justa, boa e necessária” para o país.