Última hora

Em leitura:

Espanha: protestos em 57 cidades contra reforma laboral


Espanha

Espanha: protestos em 57 cidades contra reforma laboral

Espanha foi palco este domingo de protestos multitudinários contra a reforma laboral aprovada pelo governo conservador de Mariano Rajoy.

Madrid concentrou a maior manifestação, com cerca de meio milhão de participantes, mas as marchas de contestação alastraram-se a outras 56 cidades.

Na capital, um trabalhador dos caminhos-de-ferro e antigo sindicalista defende que “os efeitos [da reforma] são imediatos: primeiro, torna os despedimentos mais baratos, a um nível inconcebível, e põe fim a qualquer tipo de regulação laboral. Tendo conhecimento de legislação laboral, representa, no seu todo, um ataque bastante duro”.

As principais organizações sindicais espanholas sublinharam que os protestos deste domingo foram apenas o início de um processo “intenso e sustentado” de mobilizações contra a reforma.