Última hora

Última hora

Afeganistão: Protestos e conclusões

Em leitura:

Afeganistão: Protestos e conclusões

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos sete pessoas morreram e 35 ficaram feridas por disparos da polícia durante protestos em várias cidades do Afeganistão contra a queima de exemplares do Corão numa base da NATO próxima de Cabul.

Os distúrbios mais graves ocorreram em Shinwari, no norte, e em Jalalabad.

O porta-voz da missão da NATO no país divulgou as conclusões do inquérito anunciado ontem.

“O material foi dado inadvertidamente aos soldados para queimar. A decisão de queimar esse material não tem nada a ver com facto de ser de natureza religiosa ou relacionada com o Islão. Foi apenas um erro”, disse o general Carsten Jakobson.

Em algumas das principais cidades afegãs verificaram-se protestos com mais de um milhar de pessoas, depois de ter sido divulgado que vários exemplares do Corão foram queimados em Bagram, a principal base norte-americana no Afeganistão.

No ano passado, cerca de 20 pessoas, entre as quais sete trabalhadores da ONU, morreram em protestos após um exemplar do Corão ter sido queimado publicamente numa igreja norte-americana.