Última hora

Última hora

Iémen: vice-presidente assume chefia de Estado em voto que põe fim à era Saleh

Em leitura:

Iémen: vice-presidente assume chefia de Estado em voto que põe fim à era Saleh

Tamanho do texto Aa Aa

Grande afluência às urnas no Iémen, em eleições presidenciais destinadas a pôr um fim definitivo a três décadas de poder de Ali Abdullah Saleh.

O escrutínio desta terça-feira respeita o plano de transição negociado pelo Conselho de Cooperação do Golfo, assinado por Saleh em Novembro e que tinha como finalidade pôr fim à revolta contra o regime iniciada em Janeiro de 2011.

As eleições tinham já um vencedor anunciado, Abd-Rabbu Mansour Hadi. O antigo vice-presidente e chefe de Estado interino era o único candidato.

O enviado da ONU ao Iémen sublinhou que “ninguém tem o direito de usar a violência para colocar obstáculos ao processo eleitoral. A resolução do Conselho de Segurança nesse sentido é bastante clara e condena o uso da violência como instrumento para fins políticos”.

A declaração de Jamal Benomar surge depois dos distúrbios provocados por separatistas em várias circunscrições do sul do país, que se saldaram em nove mortos.

Apesar destes episódios violentos, na maioria do território o escrutínio decorreu de forma pacífica.