Última hora

Última hora

Síria: Mais dois jornalistas mortos em Homs

Em leitura:

Síria: Mais dois jornalistas mortos em Homs

Tamanho do texto Aa Aa

Dois jornalistas ocidentais foram mortos e vários ficaram feridos na cidade síria de Homs.

As vítimas encontravam-se no centro da imprensa de militantes anti-regime instalado no bairro de Baba Amro, que há três semanas é bombardeado
pelas tropas de Bashar al-Assad.

A americana Marie Colvin que trabalhava para o
Sunday Times e o francês Rémi Ochlik que trabalhava para a revista Paris Match eram veteranos na cobertura de conflitos no Médio Oriente e noutros locais do mundo.

Outra vítima mortal dos bombardeamentos foi Rami Al-Sayed, um cidadão jornalista que desde o início dos ataques a Homs publicou no site YouTube vídeos sobre a violência das ações das forças de Al-Assad.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos indicou que mais de 7.600 pessoas morreram devido a atos de violência desde o início da revolta na Síria em março de 2011.

Das vítimas mortais, 5.542 eram civis, 1.692 soldados e membros de serviços de segurança e cerca de 400 desertores.

Estes últimos, são cada vez mais a ingressar nas forças de resistência que progressivamente se vão organizando.