Última hora

Última hora

ONU quer enviar responsável de operações humanitárias à Síria

Em leitura:

ONU quer enviar responsável de operações humanitárias à Síria

Tamanho do texto Aa Aa

Oitenta mortos, entre os quais dois jornalistas ocidentais, em mais um dia de violentos bombardeamentos em Homs. A ONU pediu à Síria a autorização para enviar a responsável de operações humanitárias das Nações Unidas, para avaliar as necessidades da população civil.

Os ataques desta quarta-feira intensificaram a ofensiva do regime de Bashar al-Assad contra a cidade rebelde de Homs.

Reagindo à escalada da violência que resultou na morte de dois jornalistas, o presidente francês disse que “já chega” e que al-Assad “deve partir”.

A correspondente norte-americana do Sunday Times, Marie Colvin, perdeu a vida no bombardeamento de um apartamento de Homs transformado num “centro de imprensa”.

O fotógrafo francês Remi Ochlik morreu também no ataque contra o bairro de Baba Amr, um dos mais visados da cidade rebelde.

O bombardeamento matou também o cidadão jornalista sírio Ramy al-Sayed, responsável pela publicação de vídeos que ilustram a violenta repressão.