Última hora

Última hora

Genro do rei de Espanha reclama inocência

Em leitura:

Genro do rei de Espanha reclama inocência

Tamanho do texto Aa Aa

O duque de Palma reclama inocência e, promete prová-lo em tribunal.

Acusado, entre outros crimes, de falsificação de documentos e desvio de fundos públicos, o genro do rei de Espanha foi ouvido, este sábado, em Maiorca, nas Baleares.

Aos jornalistas disse: “venho aqui para demonstrar a minha inocência, a minha honra e a minha atividade profissional. Durante estes anos exerci a minha responsabilidade e tomei as decisões de forma correta e com total transparência.”

À chegada ao tribunal, Iñaki Urdangarin foi recebido por dezenas de manifestantes. “Não à monarquia” foram algumas das palavras mais ouvidas.

Segundo a investigação, o duque de Palma e o sócio terão criado uma teia de sociedades com o objetivo de desviar fundos públicos e privados que o Instituto Nóos recebia.

Este sábado, Urdangarin garantiu que nunca teve poder para administrar ou emitir faturas e referiu que o seu papel era apenas institucional.

A família real espanhola tentou distanciar-se do caso e no ano passado proibiu que o duque de Palma participasse em cerimónias oficiais, mas não conseguiu evitar o escândalo.