Última hora

Última hora

Senegal: Wade vaiado a caminho de um terceiro mandato

Em leitura:

Senegal: Wade vaiado a caminho de um terceiro mandato

Tamanho do texto Aa Aa

Abdoulaye Wade candidato a um terceiro mandato nas eleições presidenciais senegalesas foi vaiado quando votou em Dakar.

Muitos não esquecem que Wade alterou a Constituição para se apresentar na corrida eleitoral.

A decisão do chefe de Estado, no poder desde 2000, foi contestada nas ruas do Senegal. O risco dos ânimos se voltarem a inflamar é enorme e o político de 85 anos quer, por isso, vencer na primeira volta.

Mas o cantor Youssou N’Dour, que viu rejeitada a candidatura às presidenciais deixa um aviso:

“Não vamos aceitar um golpe eleitoral.
No último ano trabalhamos para despertar a consciência dos cidadãos e creio que todos perceberam a mensagem.”

Segundo os observadores da União Europeia, a adesão às urnas na primeira volta das eleições foi elevada.

Na corrida à presidência estão 14 candidatos, mas reeleição do homem até agora no poder é dada como praticamente certa.