Última hora

Última hora

Espanha: Garzón absolvido  

Em leitura:

Espanha: Garzón absolvido  

Tamanho do texto Aa Aa

O Supremo Tribunal espanhol absolveu o juiz Baltasar Garzón, acusado de delito de prevaricação, por se declarar competente para investigar os crimes do franquismo, desde a Guerra Civil até ao fim da ditadura.
 
Baltasar Garzón respondeu a uma acusação das organizações de extrema-direita “Liberdade e Dignidade” e “Manos Limpias”. Garzón era acusado de ter ignorado uma lei de amnistia geral aprovada pelo parlamento espanhol em 1977.
 
O magistrado tornou-se mundialmente conhecido por ter ordenado a extradição do ex-ditador chileno Augusto Pinochet quando se encontrava em Londres em 1998.
 
Este é o segundo processo a visar Baltasar Garzón este mês. O juiz foi condenado a 11 anos de interdição do exercício da magistratura a 9 de fevereiro. A justiça considerou que Garzón violou os direitos da defesa na investigação de um escândalo de corrupção que envolveu figuras do Partido Popular, atualmente no poder em Madrid.