Última hora

Sérvia: Decisão sobre estatuto de candidato à UE adiada para cimeira

Em leitura:

Sérvia: Decisão sobre estatuto de candidato à UE adiada para cimeira

Tamanho do texto Aa Aa

O concelho europeu de Assuntos Gerais recomendou que a Sérvia obtenha estatuto de candidato oficial à União Europeia, mas a decisão política final foi adiada para a cimeira de chefes de governo e de Estado de 1 e 2 de Março.

De visita a Bruxelas, o presidente da Sérvia, Boris Tadic, mostrava algum desencanto: “Aguardamos uma decisão final positiva. De momento existem alguns pontos a resolver entre a Sérvia e alguns Estados-Membros da UE”.

Foi apenas um país, a Roménia, que impediu o acordo por alguns dias, exigindo mais garantias sobre a proteção de uma minoria romena residente na Sérvia.

Mas depois dos avanços no difícil diálogo com o Kosovo, com qual a Sérvia travou uma guerra, o novo obst’aculo parece estranho ao jornalista da TV pública sérvia Dusan Gajic: “É algo que pode minar a credibilidade da UE, porque havia um conjunto de condições para obter o estatuto de candidato. Foram cumpridas e, de repente, surge esta questão da comunidade Vlach no leste da Sérvia.”

Após a obtenção do estatuto, o início das negociações formais demorará meses, refere a correspondente da euronews em Bruxelas, Margherita Sforza: “Segundo fontes da Comissão Europeia, é preciso aguardar pelos relatórios sobre os países candidatos, a divulgar no Outono, antes de fazer avançar o processo negocial entre Belgrado e a União.”

sot marghy

“Vai levar bastante tempo até que Sérvia possa iniciar formalmente as negociações de adesão. Segundo fontes da Comissão Europeia, é preciso aguardar pelos relatórios sobre os países candidatos, a divulgar no Outono, antes de fazer avançar o processo negocial entre Belgrado e a União.”