Última hora

Última hora

Conselho dos Direitos Humanos da ONU condena Síria

Em leitura:

Conselho dos Direitos Humanos da ONU condena Síria

Tamanho do texto Aa Aa

O Conselho dos Direitos Humanos da ONU aprovou uma resolução que condena o regime sírio por violações sistemáticas dos direitos humanos. China, Cuba e Rússia votaram contra o texto que foi aprovado por 37 países. O órgão com sede em Genebra conta 47 membros.

“Há um consenso internacional alargado sobre a situação dos direitos humanos na Síria e sobre a crise humanitária que foi criada pelo regime de al-Assad. É este o significado deste voto” – sublinha a embaixadora americana.

O documento apresentado pelas chancelarias Ocidentais e do Golfo Pérsico “tem uma mensagem clara destinada às autoridades de Damasco” – explica o representante francês – ““Não vai haver impunidade. Os responsáveis por estes crimes deverão ser julgados.”

Contudo, as resoluções do Conselho dos Direitos Humanos da ONU não têm nenhum valor legal, contrariamente aos documentos aprovados pelo Conselho de Segurança. O ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, espera ter melhor sorte que Valerie Amos e obter a autorização do regime para se deslocar a Damasco em breve. Annan tem como missão mediar um diálogo de surdos.

Entretanto, o Reino Unido anunciou a retirada de todo o pessoal diplomático da capital síria por razões de segurança, seguindo os passos dos Estados Unidos e da Suíça.