Última hora

Em leitura:

Unidades móveis de eutanásia lançadas na Holanda


Holanda

Unidades móveis de eutanásia lançadas na Holanda

É um novo sistema no mínimo polémico. Foi lançada na Holanda uma rede de unidades móveis de eutanásia.

O projeto tem o nome de “Life End” ou fim de vida e é constituído por vários grupos de pessoal médico especializado que vão visitar a casa pacientes que viram os pedidos de morte assistida recusados pelos seus próprios médicos.

“Podemos pensar nos médicos que não praticam a eutanásia por questões de princípio, mas também nos médicos que no derradeiro momento não são capazes de enfrentar a eutanásia porque não têm experiência, o que é compreensível. E temos que pensar naqueles que têm medo da justiça ou dos efeitos psicológicos”, defende Jan Suyver, responsável de uma clínica que pratica a eutanásia.

No entanto, estes argumentos não convencem toda a classe médica holandesa. Arie Kruseman, da Sociedade Real de Médicos, considera que “a eutanásia é um tema que deve ser discutido entre os pacientes e os médicos de família. Com os médicos que os acompanham durante o percurso da doença.”

O projeto foi criado pela Associação Holandesa para o Fim Voluntário da Vida que conta com 130 mil membros e é a maior organização do género do mundo.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Putin, o caminho do poder