Última hora

Última hora

Irão: urnas encerram com cinco horas depois do previsto

Em leitura:

Irão: urnas encerram com cinco horas depois do previsto

Tamanho do texto Aa Aa

Conservadores contra conservadores foi este o cenário das eleições legislativas iranianas desta sexta-feira.

Os horários das assembleias de voto foram prolongados de cinco horas devido à elevada participação, de acordo com a televisão estatal iraniana.

Com a ausência da oposição, os iranianos tiveram que escolher entre os conservadores próximos do Guia Supremo, o aiatola Ali Khamenei, e a ala conservadora do presidente Mahmud Ahmadinejad.

Antes de colocar o voto na urna, o aiatola Ali Khamenei fez um apelo ao voto maciço ao afirmar que “quantos mais inimigos o Irão tiver, mais importantes são as eleições”.

Para o Presidente Mahmud Ahmadinejad trata-se de um teste de legitimidade, sobretudo depois da controversa eleição de 2009 que esteve na origem dos maiores protestos no Irão desde a Revolução Islâmica.

O secretário do Conselho de Discernimento do Interesse Superior do Regime, Mohsen Rezaei, refere que “no próximo parlamento nenhuma das listas terá a maioria. A maioria vai ser dos conservadores com uma grande variedade de opiniões políticas.”

Como forma de protesto contra a repressão de que têm sido alvo, os principais líderes da oposição Mir Hossein Moussavi e Mehdi Karroubi decidiram boicotar as eleições. Moussavi e Karroubi encontram-se ambos em prisão domiciliária.

Os resultados oficiais destas eleições legislativas só deverão ser conhecidos dentro de dois ou três dias.