Última hora

Última hora

Wukan: a dor de cabeça do regime chinês

Em leitura:

Wukan: a dor de cabeça do regime chinês

Tamanho do texto Aa Aa

Os habitantes de Wukan voltaram a desafiar o regime chinês e organizaram um escrutínio para escolher, democraticamente, os representantes locais.

Os ativistas olham para a localidade como modelo e esperam que o exemplo possa ser seguido noutras regiões.

A vila piscatória situada no sudeste da China conta com cerca de 13 mil habitantes.

Em 2011, Wukan fez manchete na imprensa internacional depois de os habitantes se terem revoltado contra a apropriação de terras agrícolas por parte de funcionários do governo.

Os ânimos exaltaram-se com a morte de um dos líderes do protesto e as autoridades locais acabaram por ser expulsas.

O braço-de-ferro só terminou depois de Pequim recuar.

A realização de eleições livres na localidade foi uma das reivindicações aceites pelo regime chinês.