Última hora

Última hora

Líbia: sepulturas de soldados britânicos e italianos profanadas em Bengazi

Em leitura:

Líbia: sepulturas de soldados britânicos e italianos profanadas em Bengazi

Tamanho do texto Aa Aa

O novo poder líbio apresentou desculpas pela profanação de 200 sepulturas de soldados britânicos e italianos da Segunda Guerra Mundial.

Um vídeo publicado na internet mostra duas dezenas de homens armados a destruírem sepulturas e uma cruz em dois cemitérios militares de Bengazi.

O Conselho Nacional de Transição líbio prometeu que os culpados serão punidos.

A identidade dos profanadores não é conhecida, mas as suspeitas recaem sobre grupos minoritários de islamitas radicais.

Os residentes de Bengazi condenaram o ato de vandalismo.

Um homem diz que é obra de “extremistas” explicando que “o Islão proíbe um ataque deste tipo. Os mortos não têm culpa de nada”.

A diplomacia britânica também acredita que a profanação foi executada por um grupo reduzido de pessoas.

O secretário de Estado para os Negócios Estrangeiros Jeremy Browne afirma que “este comportamento terrível não ilustra um ato que conta com o apoio da maioria do povo líbio. [O Reino Unido] está a trabalhar de perto com as autoridades líbias para corrigir o que aconteceu, a profanação destes cemitérios”.

Os incidentes produziram-se nos dias 24 e 26 de Fevereiro. Os dois cemitérios em questão abrigam os túmulos de centenas de soldados da Segunda Guerra Mundial.